Produto adicionado com sucesso!
Produto removido!

Em 15 de abril de 1912, o enorme transatlântico RMS Titanic colidiu com um iceberg no Oceano Atlântico, matando mais de dois terços de seus 2.200 tripulantes. Se tornaria uma das tragédias mais famosas de todos os tempos, inclusive sendo tema do romance de Hollywood Titanic (1997), dirigido por James Cameron e estrelado por Leonardo DiCaprio.

O naufrágio deste navio é tão fascinante para a maioria que até hoje procuramos saber mais sobre ele. É por isso que separamos alguns fatos históricos que ajudarão você a ter uma visão mais completa do acidente do Titanic. Embora o Titanic seja sinônimo de tragédia hoje, nem sempre foi assim. Antes de sua primeira viagem, o navio foi saudado como um marco no avanço tecnológico em 1912. Com mais de 280 metros de largura, o navio é considerado o maior veículo feito pelo homem do mundo. Esse seria não só o maior navio de passageiros do mundo, como também o mais largo de todos, construído com 28 metros de largura e pesando mais de 46 mil toneladas.

O Titanic não foi construído exatamente para as classes menos favorecidas, boa parte das acomodações do transatlântico eram equipadas com mobílias luxuosas, o que fornecia um visual deslumbrante. Quem viajava de primeira classe poderia desfrutar de banhos de banheira, uma gigante escadaria e um menu de jantar do mais alto nível.

Logicamente, essa experiência não era nada barata. Para se ter ideia, um ticket para andar no navio poderia variar entre US$ 1,7 mil e US$ 50 mil.

Apesar das grandes esperanças para o Titanic, o fracasso do navio ocorreu em sua primeira viagem. O navio partiu de Southampton (Inglaterra) em 1912, seguido de paradas em Cherbourg (França) e Queenstown (Irlanda) antes de seguir para Nova York (EUA). No entanto, depois de apenas alguns dias de viagem, a tragédia aconteceu. O transatlântico não navegava em alto mar há mais de quatro dias quando afundou no Oceano Atlântico.

Às 23h40 do dia 14 de abril daquele ano, o Titanic estava circulando a 600 km de Newfoundland (Canadá) quando colidiu com um iceberg no norte do Oceano Atlântico, enquanto tentava manobrar em velocidade máxima, a embarcação bateu na grossa camada de gelo abaixo da linha d'água. Durante o impacto, o gelo abriu um buraco no casco do navio. Então, grandes quantidades de água começaram a entrar pelo rombo. Às 2h20 do dia 15 de abril, o navio afundou completamente no mar gelado, sem ter qualquer barco por perto para prestar socorro.

Foi mais de duas horas completas até que o RMS Titanic afundasse por completo, de mesmo modo, nem todos pareciam desesperados. Conforme os relatos descrevem, a banda do navio decidiu continuar tocando mesmo após a colisão na esperança de acalmar os passageiros. Nesse meio tempo, algumas pessoas conseguiram se direcionar até os barcos salva-vidas para realizar a manobra de evacuação e sair do acidente ainda com vida.

Durante aquela trágica noite, cerca de 1,5 mil pessoas morreram no naufrágio do Titanic. Entre elas, 832 passageiros e 685 membros da tripulação. A taxa de sobrevivência entre passageiros de primeira classe foi de 62%, enquanto diminui para 45% e 25% para a segunda e terceira classe, respectivamente.

Embora muitos tenham morrido no navio e outros congelaram esperando por ajuda com coletes salva-vidas na água, apenas 340 corpos foram recuperados do acidente. No total, foram 706 sobreviventes.

Gostou desse conteúdo? Confira nosso blog completo para ver mais! Acesse o Barco Novo e confira nossos produtos para sua embarcação.

Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual