Produto adicionado com sucesso!
Produto removido!

Ao cursar a faculdade de Design industrial de Projeto de Produto, em seu Trabalho de Conclusão, queria fazer algo especial que encantasse a todos e sabia que precisava fazer um produto e bastaria acertar só um produto, aquele que o acompanharia por toda a vida, que o inspirasse a cada momento! Então não teve dúvidas e resolveu juntar toda sua experiência fabulosa de seu contato com a água, entre esportes como Mergulho, Snorkeling, Surf, Fotografia Subaquática e Esqui Aquático que foram atividades que realmente lhe fizeram a diferença para amar tanto as águas, eram experiências tão únicas, tão verdadeiras que se diferenciaria de tudo que ja foi feito. Algo que a pessoa que usasse poderia ter todas essas sensações maravilhosas que ele teve ao ter o contato com a água!

Em meio a estas atividades quando pesquisava por fotógrafos subaquáticos se deparou com uma fotografia que daria o grande impulso para o produto. Juntando esta imagem e uma brincadeira que faziam quando criança de rebocar um boadyboard por uma lancha porém uma amarração mal feita que acabava fazendo a prancha imbicar na água, veio o insigth para o sistema mergulhar, sim isso permitiria você mergulhar e ter a sensação de pegar carona em uma RAIA MANTA.

Muita pesquisa, protótipos, testes foram feitos pois não foi nada fácil deixar a prancha ergonômica e hidrodinâmica com flutuabilidade, direcionável, segura e bonita, ainda mais naquela época em que os processos de fabricação eram muito caros e para fazer um protótipo era preciso muita imaginação. Canos de pvc viravam punhos, pés de cadeira viravam manches etc.

A hidrodinâmica foi resolvida dando as próprias formas da Raia Manta. A segurança foi resolvida dando flutuabilidade a carenagem e um desengate rápido, projetado para desengatar, puxado pelo esquiador quando ele acaba caindo da prancha ou quando ele mesmo o aciona puxando o Leasch, um acessório único para o esporte que acabou dando muito mais autonomia ao esquiador.

As pesquisas não pararam por ai, pois alguns problemas ainda tinham de ser resolvidos, em nosso litoral Catarinense as águas dependendo o dia não eram nada claras. Então foi pensado que o Skimer Board deveria também esquiar na superfície e com dirigibilidade, assim você conseguiria esquiar e sair com ele da esteira de água ou marolas produzidas pela embarcação, podendo fazer manobras deitado. Pensando assim seria um esqui para todos, pois você não precisa de equilíbrio para ficar em pé, então o ciclo de aprendizagem seria bem curto pois ficaria bem intuitivo e inclusive cadeirantes poderiam utilizá-lo.

Então mais um estalo para o produto surgiu, podendo ser agora um novo esporte passível de manobras, estas quais um Bodyborder era super capaz de fazer, e quem sabe até inventar novas! Partindo do princípio de que até então não existe um "Wakeboard" para os Bodyboarders isso poderia ser um novo esporte. A partir daí, após se formar, e mais uma temporada de estudos na Europa e passagens por empresas no Brasil e no Exterior em diversos setores onde o Skimer Board vinha sendo melhorado lateralmente com mais bagagens advindas destes aprendizados, foi feito o primeiro MVP para ser testado.

Após tudo isso, as primeiras provas de tentar entrar no mercado foram feitas inscrevendo o Skimer Board em concursos de Design e Inovação aos quais ele acabou aganhando vários deles, esses prêmios davam confiança e validavam o produto, era um feedback incrível e que ele não só agradava somente a seu criador mas também as pessoas de renome em Design e Inovação que compunham o júri destes concursos onde o Skimer Board foi premiado.

Com estas validações e algumas vendas foram realizadas a clientes finais aos quais adoraram a facilidade de uso do produto, ele estava realmente pronto para o mercado, ano após ano se inscrevendo em concursos enfim um destes nos agraciou com premiação em dinheiro, sendo um marco para a abertura de nossa Startup, iLunga Produtos Inovadores, onde projetamos, fabricamos e comercializamos nossos próprios produtos para o Lazer e esporte aquático, e enfim colocamos nosso Skimer Board no mercado, onde desde então, vem ganhando cada vez mais clientes.

Como Startups, o pensamento é Global e queremos ver o Skimer Board em vários países do mundo inspirando e dando novas emoções a todos. Existe hoje, nos EUA, um circuito profissional chamado UST-United Skimboard Tour. É organizado por 3 dos maiores fabricantes de pranchas do mundo: Victoria Skimboards, Zap Skimboards e Exile Skimboards. Esse é o evento de que participam os maiores nomes do skimboard mundial, como Bill Bryan, Paulo Prietto, Brandon Rothe, Morgan Just, Brad Domke e Brandon Sears.

Em Portugal as competições oficiais estão sobre a tutela da Federação Portuguesa de Surf, é este organismo que é responsavel pelos atletas da modalidade. Um atleta pode se federar através de um clube inscrito na FPS, ou directamente na FPS como atleta de skimboard.

Outros eventos que se realizam anualmente são Circuito Nacional de Skimboard, Zap Internacional Santa Cruz e Folha Internacional, por vezes outros eventos como concentrações ou outros eventos são realizados em Portugal.

No Brasil, já aconteceram eventos como Rio Open de Skimboard, Arnette Skimboard Tour, Skim Festival Brasil e Encontro Recife das Águas de Skimboard e Red Bull Hard Skimming TartaSkim Festival I, II, III, IV, V, VI e VII (Campeonato Baiano de Skimboard), Encontrão dos Tartas I, II e III(Confraternização entre atletas participantes do grupo Tarta Skim), Circuito Baiano de Skimboard Etapas I, II e III(realizado pela Associação Soteropolitana Atlética de Skimboard - ASAS), Copa Vila Velha de Skimboard (Campeonato que ocorre anualmente na praia da Costa, Barra do Jucu em Vila Velha-ES, evento que reúne o maior número de atletas de ponta no circuito Brasileiro).

Gostou desse conteúdo? Confira nosso blog completo para ver mais! Acesse o Barco Novo e confira nossos produtos para sua embarcação.

Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual