Produto adicionado com sucesso!
Produto removido!

Não é novidade que a pesca esportiva só é beneficial para a saúde dos praticantes. A atividade proporciona um maior contato com a natureza, relaxa e ainda possibilita inúmeros momentos de diversão.

Para quem gosta de navegar, o esporte pode ficar ainda mais interessante, no entanto, é preciso ter cuidado na hora de escolher a embarcação para evitar acidentes. A primeira coisa que você deve ter em mente é onde vai pescar, com quem e qual o tipo de pescaria será realizada. Isso porque existem tipos de barco específicos para cada atividade. É possível que o pescador encontre várias categorias de barcos para pesca esportiva, mas cada um se diferencia com relação às utilidades. Alguns modelos são ideais para águas calmas, enquanto outros oferecem mais benefícios em águas agitadas.

Tipos de barcos para pesca esportiva

Barco de alumínio

Também conhecido como barco plataformado, essa opção é movida a motor, bastante segura e confortável, e consegue abrigar até pouco menos de 10 pescadores, dependendo do tamanho. Na proa, costuma possuir um tablado, que permite ao pescador a emoção e o lazer de pescar de pé. É um veículo mais indicado para águas abrigadas, como rios, lagos e represas; em rotas marítimas, pode ser muito leve e acabar ficando à deriva.

Dentro dessa categoria existem 3 principais tipos: os chatos, os convencionais ou quilhados e os semi-chatos.

Os Barcos Chatos

São modelos mais econômicos, leves e construídos para alcançar velocidades menores. Além disso, em águas sem marolas, como os açudes, pequenos lagos e represas, este barco é muito bom. Isso devido à leveza. Inclusive, vale citar as seguintes dicas:

O Barco Chato tem uma borda menor, mais baixa quando comparamos a outros modelos, por isso, pode entrar água dentro do barco, durante a navegação, em algumas situações de marolas. Assim, o modelo é mais indicado para limpeza de açudes. Aliás, para piscicultor ou até mesmo para lazer e diversão, você poderá usar. Seu uso para pesca se torna interessante respeitando sempre o quesito marola.

Vantagens do Barco Chato: Leveza do casco; valor mais em conta; por ter o fundo chato, consequentemente tem um maior espaço interno; para pesca em águas calmas o barco possui uma grande estabilidade, principalmente parado devido ao formato do casco.

Desvantagens do Barco Chato: Em situação de marola haverá grandes impactos das ondas com o casco, devido ao formato da proa; borda baixa facilita a entrada de água durante a navegação. Por fim, você não deve investir neste modelo para usá-lo em locais com grande ocorrência de ondas, pois ele ficará instável.

Barco convencional ou quilhado

Diferentemente do anterior, os barcos convencionais são ótimos para serem usados em águas mais turbulentas. Com uma borda mais alta, o modelo protege os pescadores e possui uma ótima estabilidade mesmo quando se navega carregando seu limite do peso. Para os locais em que há marolas devido a grande ventania em represas e lagos, é um barco muito recomendado.

O formato do casco em V, bem como sua estrutura foi projetada, feita para cortar água. Além de oferecer uma navegação muito mais confortável aos tripulantes da embarcação. No entanto, embarcações convencionais gastam mais combustível e são mais limitadas em relação à velocidade de navegação.

Vantagens do Barco Quilhado: Ótimo desempenho em manobras durante a navegação em águas agitadas; por ser um barco mais convencional sua desvalorização é pequena, se tornando interessante para uma revenda;

Desvantagens do Barco Quilhado: por ter a proa mais estreia, reduz o espaço interno do barco na parte da frente; dificuldade de movimentação no barco; menor estabilidade principalmente quando está parado.

Barcos Semi chatos

Caso você esteja à procura da harmonia entre os modelos anteriores, aqui está. Este modelo oferece o equilíbrio entre as vantagens e desvantagens do Barco Chato e do Barco Quilhado. Portanto, se torna um barco mais versátil, tendo em vista que atua muito bem em águas calmas e agitadas. Aliás, em locais com pequenas ondas em represas, lagos e rios, o Semi-chato é muito interessante. O modelo Semi-chato pode alcançar uma boa velocidade sendo considerado estável graças a sua largura, ou seja, oferece uma ótima navegabilidade.

Por isso, é a opção mais escolhida entre os pescadores. Dentre os barcos para pesca esportiva, é ideal para a prática de pescaria, tanto com iscas artificiais, quanto com iscas naturais.

Vantagens do Barco Semi-Chato: dotado de uma boa estabilidade; apresenta uma ótima plataforma de proa, indicada para pesca de arremesso; ótima navegabilidade, sendo usando em águas calmas e turbulentas; desempenho e espaço interno considerável; no mercado o pescador consegue barcos com fundo mais largo, proporcionado boa estabilidade. Basicamente, o único ponto negativo é que você deverá investir mais para obter estes benefícios. Isso devido ao conjunto da construção e tecnologia aplicada ao modelo. Também existem outros tipos de barco que não entra nesses modelos mais convencionais, mas que também são muito utilizados.

Bass Boat

É uma embarcação feita nos Estados Unidos, especificamente para a pesca de uma espécie chamada Black Bass. Dessa maneira, quando este modelo chegou ao Brasil, muitos pescadores começaram a usá-lo para pescar Robalos, especialmente porque é possível chegar aos melhores pontos de pesca de forma ágil. Atualmente o Bass Boat tem uma aplicação característica, ou seja, este modelo é ótimo aos pescadores que querem fazer a pesca esportiva de alto desempenho, com o uso de iscas artificiais. Isto porque o barco conta com um bom comprimento, ótima largura, bem como, uma borda que é alta e plataformas rentes às bordas, o que facilita o trabalho com iscas artificiais. Basicamente, o Bass Boat conta com sonares e GPS modernos, motores elétricos, motores de popa potentes e viveiros de qualidade. Inclusive, é uma embarcação com um grande espaço interno dotado de várias caixas secas, que servem também de plataforma para a pesca de arremesso. Por isso, você poderá conferir um ótimo desempenho durante a navegação, bem como, um grande conforto.

Caiaque

Os caiaques, mesmo sendo embarcações individuais, podem ser consideradas um tipo de barco. Exigem muita destreza para fazer a pilotagem e manipular os equipamentos ao mesmo tempo, porém, podem proporcionar um contato ímpar com a natureza e com a pescaria. Na pesca de caiaque, é essencial utilizar colete para evitar acidentes de pesca, além de um apito para chamar a atenção em caso de emergências. Verifique também a previsão do tempo e o local antes da pescaria.

Canoa

Com até 6 metros de comprimento, as canoas são barcos leves que podem abrigar entre 2 e 3 pescadores. Podem ser movidos a remo, como os caiaques, mas também por motores. Antes de sair para a pesca, traje o colete salva-vidas, regule o seu assento e avalie se o veículo está apto. Outra medida importante é pesquisar com antecedência o local em que será feita a pesca.

Lancha

Outra opção indicada para pesca em grandes rios, costeiras e mares é a lancha. Tratam-se de pequenas embarcações movidas a motor, que podem abrigar até pouco mais de 10 pessoas, dependendo do tamanho. Para pescar com lanchas, é muito importante que você conheça bem a embarcação para diminuir o risco de imprevistos. Verifique também se há equipamentos de segurança como coletes, extintores, buzinas e sinalizadores.

Gostou desse conteúdo? Confira nosso blog completo para ver mais! Acesse o Barco Novo e confira nossos produtos para sua embarcação.

Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual